03 agosto 2011

Correios, mais um capítulo da saga!

Google Imagens

Tenho que contar que há mais um capítulo na minha saga com os Correios. Preciso contar porque é cômico, mas por muito pouco não foi trágico. Ou foi, mas não pra mim! =P
Lembram-se que dias atrás falei de um pedido de tecidinhos novos? Eles chegaram.
Mas que graça teria se fosse assim nessa simplicidade. Nenhuma. Aqui tudo têm emoção. Ontem os Correios fizeram uma tentativa de entrega, justo na meia hora em que não havia ninguém para receber a encomenda.
Hoje plantão a espera dos Correios!
Chegou a motinho com correspondencia. Oba! ...E a caixa moço?
_ Devem entregar logo mais, tá vindo na camionete, respondeu o carteiro.
Ok. Ansiedade aumentando, tecidinhos chegando =)
Umas duas horas depois, parou a camionete na frente do portão.
Correria, euforia!
O moço desce, olha o bagageiro, vira uma caixa para lá, outra para cá, me olha no portão e diz: 
_ PERDI a tua caixa. (Na tranquilidade que Deus lhe deu e sem nenhum constrangimento)
COMO ASSIM perdestes a minha caixa? (Ausência total de tranquilidade)
É que a porta abriu, estava aberta quando parei, a caixa deve ter caído pelo caminho.
Oiiiiiiiiiiiii COMO ASSIM? As pernas amoleceram, não podia ser verdade. Simplesmente a voz não saía. Na cabeça o filme: minha pobre caixa abandonada no meio da rua.
E o carteiro diante da minha cara de tacho, disse: 
_ Vou atrás e saiu em alta velocidade no seu carro amarelo cor de ovo. No que ele está fazendo a volta com o carro, vejo uma caixa no chão, comprida, tipo um tubo, certamente não é a minha. Vrummmmmmmm ele passa com a roda em cima e vai embora.
Quase em transe, já dando os tecidos que nem chegaram como perdidos, abro o portão e recolho a caixa, totalmente prensada pela roda da camionete. A marca do pneu carimbada nela!
Na caixa estava escrito: Seu banner pelo melhor preço e a maior qualidade. Bem, talvez fosse, antes do atropelamento né?
Parei, respirei fundo, larguei a caixa atropelada que não me pertencia, e quase chorei.
Correios são meu 'karma'? O que eu fiz para eles?
Em poucos minutos, voltou a camionete em alta velocidade.
Pára  e penso: Ele não vai ter coragem de voltar para dizer que não achou. (Lembram-se da ausência de tranquilidade né?)... Eis que o moço desce com uma caixa vermelha e branca nas mãos.
Penso: Abençoada cidade pequena igual bolinha de sagú, abençoado frio de gelar a alma, que mantem todos os poucos habitantes dentro de suas casas quentinhas.
Ele achou, achou! Achouuuuuuuuuu! Yupi, ele achou!
Confesso que nem lembrei da incompetêcia, da irresponsabilidade, apenas assinei o papel do recebimento e  agradeci aos anjos! Ah, também devolvi a caixa atropelada e qual não foi minha surpresa quando o carteiro diz:
_ Ué, perdi essa também?
Não só perdestes como atropelastes a coitadinha.
Nesse momento ele se foi. E sabe-se lá quando teremos mais um capítulo: Atelier Caseiro x Correios!
Só sei que estou muito feliz com os tecidos novos! Muito feliz... mas juro que queria ser uma mosquinha pra ver a tal qualidade do banner. Ui!

20 comentários:

Cantinho do Fuxico disse...

Boa noite Ana!
Você não imagina o quanto já dei risada da sua história! rsrsrsr
Que situação essas entregas hein? Fico imaginando a ânsiedade que fica pra chegar as encomendas e acontece tudo isso...Essa caixa dos banner com a marca do pneu é demais! Que explicação ele vai dar?
Beijos grande!!
Lu!

Vanessa Biali disse...

Que coisa, Ana!
Ainda bem que você recebeu a sua caixa sã e salva! Coitado do dono do banner...
Lindos os seus trabalhos. Adorei conhecer o seu blog. Cheguei até aqui através do convite da Rafa.
Beijos,
Vanessa

Get Crafty!!! disse...

Caramba Aninha, parece até brincadeira hein?!?! Não to acreditando até agora!

Imagina o cara do Banner como vai ficar? Com ódio! :)

Que bom que os tecidos chegaram...mostra pra gente, afinal quero depois dessa história toda todos vão querer ver né?!? :)

Beijos!

deise CRAFTS... disse...

Menina que história!!!
Eu juro que não queria... mas tive que rir!!!
Beijos!

Talita disse...

Oi Ana, esta história e o jeito como você conta como tudo aconteceu, e o jeito como falou da caixinha atropelada me fizeram rir muito, ainda estou rindo enquanto escrevo este comentário... rsrsrs... sei que na hora dá raiva mesmo, mas ainda bem que ele achou a sua caixa, imagina a carinha da pessoa que vai receber a caixinha atropelada, que dó, não quero nem pensar... Pelo menos o que você queria chegou, pois já ouvi um caso em que uma menina comprou um notebook pela internet e quando ela abriu em casa tinha uma lajota dentro da caixa e nada de notebook, até ela provar que não veio notebook nenhum, já pensou?
Bju.

Poronga's disse...

Eu e meu marido, estamos quase abrindo uma franquia dos correios em consideração a vc. Creio que teríamos clientela de sobre pela forma com que vc fala. Já tentou denunciar, fazer reclamações??? Eu enchi tanto o saco uma vez que me reembolsaram e ainda entregaram no sábado a peça "perdida". É muita incompetência pra uma pessoa só. Depois me perguntam porque eu tenho uma caixa postal em uma franquia e não em uma agência dos correios. Cada vez que chego lá pra pegar alguma encomenda sempre está bem guardada!
Que a força esteja com vc querida!
=D

ps.: adoro suas visitas no meu site. Tenho uma surpresa em breve a caminho!
=D

Feito a mão baby disse...

Anaaaa, to bege.... que horror....
Não acredito... esse é o próprio trapalhão..!
Agora, nesse ponto temos sorte por aqui...o pessoal de Capão (até onde se vê) é bem responsável.... (?)

beijo e espero que tão cedo não tenhas histórias desse tipo prá contar...
;S

Simone Arrais disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Simone Arrais disse...

Eu fico pensando onde foi parar aquela empresa que conheci na infância e que era sinônimo de credibilidade e confiança... Na minha cidade, havia 3 instituições: a igreja, o Banco do Brasil e os Correios. É lamentável! Bjs, bjs!

Elô Bueno disse...

Ana, vc tem talento pra escrever e fazer da história trágica uma comédia. Mas peloamor, né? Coitado do dono do Banner!!!
E mostra os tecidinhos pra gente, mostra!

♥ Nia disse...

A sério?!?! Mas a sério?!?!!? Isso é a qualidade da entrega dos correios?!?! Estou fula.. não foi comigo mas estou aqui a imaginar se fosse uma caixinha minha que ficasse debaixo do pneu... já estou a ficar verde só com a ideia!! #"$"#%$%
Não há condições..

Ainda bem que a tua entrega se salvou! Senão.. corria sangue na rua :p LOL

Rafa disse...

Nossa, ainda bem que sua caixinha não foi a atropelada, hein???
Coitado do dono do banner....que falta de respeito absurdo !!!
=S
Mas que vc conta como ninguém, isso não podemos negar !
Tem que rir pra não chorar, né?

Escreve uma peça...Eu x Correios

Boa quinta !
beijoca linda

Silvia disse...

Oi Ana!!! Bom dia!!! Vim contar da minha alegria em receber sua visita no meu bloguinho, mas além disso, tenho novamente que falar sobre a delícia que é te ler.....adoro suas crônicas, devia colocá-las em um livro!!!!
Putz, meus gatos estão resfriados de novo ( a coisa que mais me apavora na vida...imagina onze doentinhos), meu namorado tá dodói também, nem foi trabalhar tá aqui na cama, afffffffff, e eu diante da friaca que está nos congelando começo a ler e me pego chorando de dar risada....putz.....quis ler prá ele, mas acho que algumas partes não entendeu porque ri demais e as palavras meio que não sairam, hahahahaha.....meu Deus, que lástima!!!! Aqui na "bananeira" o correio funciona direitinho, graças a Deus!!!É assustador pensar que tenha que conviver com isso....embora eu deva confessar, as histórias são deliciosas!!!
Mas, mudando de assunto.....não me diga que lê pensamentos....quando vi os estojinhos de lápis de cor, pensei:"bem que poderia ter um para agulhas de tricô"....até pensei em me arriscar a fazer algo simples, de feltro mesmo, porque além de nunca ter tempo prá nada não gosto muito de costurar...(causa da minha aposentadoria precoce no patchwork)aí dou de cara com a novidade a caminho!!!!
Meu estojo de agulhas ganhei em 1989....é querido, presente da minha mãe, mas tadinho, tá meio cansado já...
Vou esperar super ansiosa!!!
Ah, uma sugestão....gosto muito das agulhas da "Círculo", entre as nacionais de plástico acho que são as melhores!!!
Felicidades, lindo dia prá você, e obrigada mais uma vez pelo carinho, adorei te encontrar!!!!
=^.^=

Paty disse...

kkkkkkkk
cômico para nào dizer tragico.... os correios só dão bola fora! Cruzes!!!
Depois mostra fotinho dos tecidos, heim!?

bjim

PS: estou pensando no banner....

Vanessa Maurer disse...

Misericórdia hein? Vai benzer aquela agência dos Correios, porque a catiça alí tá grande mesmo!

Fernanda disse...

Credo Ana, rs, que desastrado esse carteiro, rs...
podia dizer que ele não estava num bom dia, mas
pelo visto esse Correios é o próprio desastre né, hahaha.
Desejo sorte no próximo encontro :)

beijinhos

beth & arte disse...

Ana... me desculpe! Eu sei que é feio rir da desgraça alheia, mas lendo foi inevitável.
Os correio estão de marcação contigo! Dessa vez pegaram pesado!
Mas pensa que podia ser pior... o cara do banner gostaria de estar no seu lugar!!
bjs, beth

Nina Dias disse...

Ana é engraçado, mas trágico.Imagina que distraído é esse carteiro, que mal fecha a porta do carro , mas ainda bem que entre mortos e feridos, o seu se salvou, bj

Retalho de Lua disse...

Não costumo rir com a desgraça alheia...rsrs mas dei muita risada com sua "experiência" com os correios.
Por aqui a coisa anda mais ou menos parecida também! rsrs


Beijokas
Carla

Estefânia disse...

ai ai quanta incompetência junto!
tadinha de ti!
Mas ficou maravilhosa a sua narrativa.
Pelo menos conseguiu fazer de algo trágico como essa situação da perda e recuperação da tua encomenda algo muito bacana.
boa sorte com suas próxima encomendas!
bjs