02 julho 2014

Na casinha...

O calendário salta a passos largos. Que loucura! Já estamos em julho, oficialmente temos o segundo semestre aberto, já dá para providenciar a ceia de Natal e programar a virada do ano... Essa pressa do tempo, realmente assusta. Ok, junho acabou, foi um mês que começou intenso e teve uma quinzena pifada por conta de uma gripe somada ao mal estar de uma sinusite, mal tempo, chegada do inverno, dias ruins.  Mas, tudo que é ruim passa, isso já é página virada e o calendário marca julho, fato!
Outra vez estamos atrasados com as fotos por aqui, vamos do jeito que dá. 
Abaixo, fotos feitas pelo Rafael Renzo das nossas mantas no Lounge Gourmet Brastemp, ambiente projetado pelos arquitetos Alessandra Marques e Rodrigo Costa do Studio Costa Marques para Casa Cor SP-2014. Estamos orgulhosos de ver nosso trabalho na maior mostra de arquitetura e design da America Latina e contamos os dias para prestigiar ao vivo o evento.  

O país respira Copa do Mundo da FIFA, e claro, entramos no clima, não faltaram porta passaportes de diversas nacionalidades, pois sobra turista por aqui. Algumas seleções já voltaram para casa, outras permanecem no jogo. A brasileira está em casa e anda meio manca, mas está viva.
Porto Alegre, uma das cidades sedes dos jogos e capital do nosso Estado, fez uma festa bonita, recebeu bem os turistas e contrariando os pessimistas, não deu nenhuma grande mancada. Ainda bem! Por aqui, não teremos mais jogos, então é bom seguir com as obras pois há muito ainda para ser feito.

Com jogos ou sem, o trabalho continua, e a previsão de um inverno menos frio e com muita chuva vem se confirmando. Foi assim, em uma destas tardes de cor cinza e chuvosa, que costuramos na companhia da sobrinha Fofoléti, a ursa Rosinha!

Para os dias em qua falta aquele tempero no visual, uma bolsa de pimentas. Quem resiste? Sorrir ainda é o melhor remédio, faça chuva ou sol!
E, no próximo sábado tem aula, então corre para fazer a matrícula, pois a turma já está quase lotada.
Boa tarde para quem tem a paciência de esperar nosso papo no blog, prometemos voltar a escrever antes que o mês acabe! ;)

14 junho 2014

Junho começou assim na casinha!

Se maio foi uma mês cheio de trabalho, junho não está ficando para trás.
O mês começou com um bazar, aqui mesmo na cidade. Foi muito agradável, apesar do dia feinho e úmido, muita gente marcou presença e vendemos bem. 

No dia seguinte ao bazar, engatamos uma aula de nécessaire. 

 
As meninas aqui da cidade se mobilizaram e logo a turma 'lotou'. Mas, a Ju Arte na Praia, correu por fora, e gritou que queria vaga no mesmo dia em que divulgamos a aula. Assim foi, ela veio do litoral e aprendeu direitinho, olhem que linda a foto que ela publicou. :D Ficamos cheios de orgulho.
E quando a gente acelera demais, vem a gripe e nos força a pisar no freio.
A semana que passou foi 'pestiada', arriamos a bateria para valer, vários dias de molho. Felizmente vírus têm data de validade e morre, já estamos bem, mas sem abusos. Caímos, mas no chão só fica quem quer. De pé e novamente nas costuras, porque é isso que amamos fazer.  Já saiu uma bolsinha estilo antiguinho que combinou perfeitamente com chá de capim limão, gengibre e mel
E também já cortamos, costuramos e entregamos esta encomenda, uma manta de carrinhos e flanela para aquecer um Fofuxo que hoje completa 1 aninho e ganhará este presente. 
E assim estamos, ávidos para enfrentar a segunda quinzena do mês, um junho diferente, com Copa aqui no nosso país. Nosso expediente não será modificado, seguimos com cronograma normal, as encomendas de sempre e as entregas para as datas previamente agendada. Vamos que vamos porque no mês junino, tem Santo Antônio, São João, pipoca, paçoca, canjica e quentão... e depois, muita malhação ;)

12 junho 2014

Recapitulando o mês de Maio

Fazendo a faxina e tirando o pó do blog! Caramba, nunca ficamos tanto tempo sem falar das nossas artes por aqui, maio foi um mês maravilhoso e nos manteve bem ocupados.
Começamos o mês com o enxoval do Miguel, um menino fofo, que chegou neste mundo dia 17, lá em Nova Iorque.



Grudadinho no enxoval do Miguel e usando praticamente os mesmos tons de azul, fizemos o edredom do Enzo. 
Uma delicia trabalhar com tons de azul, suaves e tranquilos... Engraçado, parece ser a vez dos meninos... Várias encomendas com itens de bebê, todas para meninos. 
Costuramos o urso, o babador e as fraldinhas de boca do Frederico. 
Alusivo ao Dia das Mães, fizemos este avental de cozinha, uma encomenda para a vovó Rosa. Foi bordado a mão e a frase foi previamente combinanda.
Depois disso engatamos uma encomenda bem grande, 7 mantas em 7 dias de trabalho. Foi bem cansativo, mas ficamos orgulhosos do nosso trabalho. Não teve final de semana, nem dormir cedo, acordar tarde, nem festa de aniversário (verdade NÃO teve festa de aniversário, a festa mais esperada e comemorada do ano foi suspensa, ossos do ofício, sem champanhota) mas demos conta do recado. :)


Também não temos fotos em detalhe das mantas porque tínhamos pressa para enviá-las. Primeira vez que usamos o Sedex 10 dos Correios, faliu o bolso, mas chegou antes do prazo e antes das 10 horas da manhã na capital paulista.  
Como paramos uma semana para fazer as mantas tudo ficou embolado no nosso cronograma, e aí mais uma vez a justificativa da falta de tempo para escrever aqui.
Fizemos as lembrancinhas de Batismo de um Fofouxo do Paraná a partir desta amostra.

E também esta anjinha para a cabeceira de uma menina que ficou dodói e foi para UTI de repente mas, felizmente está se recuperando e sem sequelas.
Demos aula em Caxias do Sul e foi gratificante estar na Serra Gaúcha. Uma noite fria, meninas atenciosas e fui super mimada no período em que fiquei por lá! 



Foto: Suelen Keiber
Maio ainda teve o dia da Costureira e mais algumas encomendas que partiram desta casinha sem fotos porque as vezes não dá tempo para tudo. 
Amanhã voltamos para começar a contar o mês de junho, que chegou intenso e cheio de animação, porque é deste jeito que gostamos. :D

11 maio 2014

Feliz Dia Das Mães!


27 abril 2014

Uma colcha, um lago...

Um Domingo delicioso por aqui, céu azul, sol brilhando e um friozinho gostoso de outono perfeito para passear pertinho e curtir a natureza. Mais uma vez o destinho foi São Francisco de Paula/RS - Brasil, margens do Lago São Bernardo, ainda mais lindo com os plátanos avermelhados. 
Reparem na riqueza da tonalidade de cores das árvores ao fundo da foto! A colcha desta foto é a #2, com avesso de microfibra cinza.
As árvores dão seus frutos e o patchwork desta colcha é fruto de todo trabalho do ano passado, já que cada quadradinho foi retalho de peças executadas aqui no Atelier Caseiro. 
Num segundo em que o ventinho gelado deu trégua, a colcha mais aberta, na foto abaixo: 

A mãe natureza em todo seu esplendor! Não cansamos de olhar, de fotografar, de admirar e de agradecer. Com ela nos surpreendemos e aprendemos sobre cores, texturas, sobre mudanças. Natureza sempre linda e grandiosa!

















E quem foi que disse que as cores não são divertidas, abusamos delas, até nos sapatos.
Que nossa semana seja produtiva e divertida!

21 abril 2014

Hoje o papo é velho!

Nada como um feriado em plena segunda feira, tivemos um dia lindo de céu azul, temperatura bastante agradável e muito tranquilo.
Quem acompanha o blog, sabe que contamos aqui o que estamos fazendo, as novidades, o que pretendemos, e vez ou outra temperamos o texto com bastante pimenta, textos 'calientes' e diretos. O papo que segue é velho, mas selecionamos três postagens que valem uma re-leitura. 
São textos significativos e mesmo que um tempo tenha se passado da data da publicação, eles continuam atuais. Para acessar, basta um click sobre os títulos em negrito e o link o levará até o texto original.
BÓRA PENSAR foi escrito há mais de um ano e fala do valor do trabalho e tudo que está embutido no valor final. O preço das coisas vai muito além do material consumido e isto é bastante sério para quem faz do artesanato profissão.  

BASTA DE MIMIMI é um relato do trabalho artesanal, mas poderia servir para outras funções autônomas já que qualquer tipo de trabalho requer empenho, habilidades e ações. Foi escrito há mais ou menos um ano e meio atrás e segue valendo cada palavra publicada.
HOJE TEM PIMENTA ainda não fez aniversário de um ano e acrescentaria apenas uma pequena modificação no item 5, sobre o compartilhamento de fotografias. 
Hoje, penso que os amigos tem mais liberdade para os fazê-los pois  muitas vezes a intenção é só um elogio. Neste caso, bem específico, tenham em mente amigos, amigos mesmo, e não pessoas que são contatos mas não trocam uma palavra sequer e se intitulam amigos. Mais ou menos o caso de um colega profissional, pessoa com quem você convive diariamente, tem até afinidades, respeito e torce pelo bem dele mas nunca o encontra fora do ambiente ou horário de trabalho. Há um convívio diário, mas não há nenhuma intimidade para compartilhar um 'álbum com as suas fotografias'.
Por que relembrar estes textos? Porque são determinantes para um trabalho feito com seriedade e respeito. 
Por uma vida com mais sorrisos e menos aborrecimentos. 

20 abril 2014

A Costureira - Kate Alcott

É sobre este livro que falaremos hoje. Segue a sinopse: 
"1912. Tess Collins, independente e orgulhosa, não suporta mais limpar as salas de estar e as privadas da alta burguesia francesa e britânica. Seu grande talento é para a costura, e ela aspira a uma vida nova como estilista - mas sabe que o sistema de classes inglês dificilmente lhe dará chance para isso. Assim, ao saber que um imenso transatlântico partirá para os Estados Unidos, Tess vê sua grande chance de subir na vida. Ainda mais quando, por um golpe de sorte, consegue emprego como serviçal da famosa lady Duff Gordon, uma das maiores estilistas da época. Mal sabe ela que essa viagem, iniciada de forma tão auspiciosa, entrará para a História como o maior desastre marítimo de todos os tempos - o naufrágio do Titanic."
Quando li a descrição fiquei interessada e ganhei dias atrás o exemplar do livro. Só não terminei a leitura antes porque embolou o meio de campo com as tarefas da Páscoa. A forma como o livro foi escrito prendeu minha atenção. O fato de ter visto o filme Titanic corrobora para que as cenas fiquem ainda mais reais.
Não é um livro indispensável, ou que irá mudar a minha vida, mas a leitura apesar de narrar uma tragédia é leve, flui de um jeito gostoso discutindo valores que estão em pauta no mundo moderno, como verdades, mentiras, atitudes empreendedoras, política, ética e moral. Achei interessante essa abordagem, justamente porque o livro narra uma história de 1912.
Gostei e recomendo. Se você ler, depois volte aqui para me contar. ;)

O único defeito do livro, e fica o alerta ao revisor e a editora Geração, são os frequentes erros na grafia das palavras. Não um, nem dois, são vários erros. Não compromete o texto, mas percebê-los me soou como um grande descuido com o leitor e admito, incomodou. #ficaadica


Uma feliz noite de Páscoa para todos vocês, mais sorrisos, mais leitura e menos chocolates! 

18 abril 2014

Feliz Páscoa * Happy Easter