13 maio 2017

:) Atualizando....

Como assim gente? Já fez 2 meses que escrevi o último post, justo aquele em que disse que tentaria postar de forma mais assídua e regular no blog.
Então, desconfio que os dias não tem mais as mesmas 24 horas de alguns anos atrás. Eles passam voando por mim. É incrível, o dia chega de mansinho e quando percebo já foi.
 
Estamos quase a meio de maio!
Amanhã Dia das Mães (Mãe, te amo!)...
Não demora, meu aniversário chegando, diferente do ano passado que meu presente foi ter alta do hospital, onde havia sido internada com urgência para retirar a vesícula, este ano vai ter '...bolo e guaraná muito doce pra você/ é o meu aniversário/ vou festejar , os amigos receber...'
Tá...
Não será bem assim, tão oba, oba... sem grandes festas pq é dia de trabalho e eu seguirei sem jacar nos docinhos, pq não é sacrifício, nem promessa, é uma escolha e estou bem feliz com ela. Mas, para os festeiros gulosos, vai ter doce sim!
Em seguida vem o mês de junho, findando o primeiro semestre. Por acaso, tu já estás cumprindo a lista TO DO prometida no final do ano?
Eu sim, check list em vários itens. Bóra lá, começar a cumprir o que foi escrito ou pensado porque o segundo semestre chegará sem piedade e passará como um raio. Não demora nada, é Natal de novo.
 
Por favor, desacelerem este mundo, eu gosto de respirar fundo, de curtir coisas simples como um café recém passado, quentinho com aquele cheiro que envolve e convida quem está por perto a chegar junto e encher a xícara.

 

 
Eu curto a qualquer hora do dia, pretinho, com leite... Antes de sair de casa, quando chego da rua...
Sempre tenho um café dividindo a mesa com as costuras. E não, nunca derrubei sobre os tecidos. Sou cuidadosa.
Aí tu perguntas:
Além do café o que mais rolou nestes dois meses do último post?
Eu respondo: tanta coisa!

Auxiliei o Sr Coelho com a edição de Páscoa da Culinária com Amor do Atelier Caseiro. 
Aquela edição gostosa e limitada que todo mundo corre para garantir o nome na lista dos bolinhos.

 
Desta casinha, partiram muitos bolos Noite Feliz, o de sempre, especial, com jeitinho de Natal, mas que agrada o paladar em qualquer época do ano, o que tem freguês certo e que a cada edição soma mais fãs.
 
Além disso, todos sabem, o Atelier Caseiro já é figurinha carimbada pelo campus da Faculdade aqui da cidade, e marcou presença nas duas feiras que já aconteceram neste semestre na Faccat.
Em abril, na volta as aulas e durante a semana que passou, comemorando o Dia das Mães.
Claro que já recebemos convite e confirmamos presença para a próxima. 
Com frio ou com calor, sempre é gratificante dividir o espaço com outros empreendedores e ver a aceitação do produto num ambiente de trocas de experiências e aprendizados.
Eu levo um mix de produtos para agradar 'gregos e troianos'...
As capas de livro para os leitores vorazes e as estampas de comidinha para os amantes da comida fresca, na embalagem natural e não no saquinho do mercado. A coleção papinha dos babadores encanta pai, mãe, as nutris e quem coloca a saúde dos pequenos no primeiro plano. É um xodó nas feiras!
 


 
De resto, a produção aqui na casinha segue acelerada, com cronograma geralmente apertado e novidades saindo da máquina de costura nos próximos dias.
 
É isso que move a roda da minha vida, trabalhar com prazer, produzir com amor, vender por um preço honesto e justo. Gosto desta equação do começo ao fim.
Gosto de dormir tranquila e recomeçar todo dia. Me descabelo as vezes e me divirto sempre!
Deixo o olho brilhar e visto com orgulho a camisa de costureirinha, no diminutivo mesmo, apenas porque acho fofo, e não desmerece em nada a profissional que sou.
 
Tenho gratidão pelos dias entre tecidos coloridos, com episódios divertidos, dias de mimos, cheios de vida e intensos que eu levo...
Mesmo que faltem horas para tudo aquilo que desejo fazer num único dia, sou grata.
 
 
Bom, se tu quiseres seguir mais de pertinho, a rotina acelerada da casinha, sem esperar pelo próximo post aqui no blog, tem a página Atelier Caseiro lá no Facebook, ou
Atelier Caseiro no app Instagram.
Confesso, que muitas vezes tem foto e colaboração da pessoa que mora e trabalha na casinha encantada chamada Atelier Caseiro, euzinha, Ana Paula, com uns pensamentos, uns devaneios, umas vontades doidas, alto astral e uma boa dose de 'fofurices'.
Vem junto! Vem prestigiar meu trabalho.
 
 
 
 
 
 


Nenhum comentário: