01 setembro 2011

Documentos da Vida...

Há alguns dias, meu pai encontrou entre documentos pertecentes aos meus avós, a nota de uma das máquinas usadas aqui no Atelier Caseiro. No caso a máquina pretinha de ferro da Singer, que foi  revisada, motorizada e é usada no gabinete original.
O documento datado em 1948, refere um contrato de locação firmado entre a Singer e a minha avó. Se satisfeito com a máquina, no ato de renovação, o contratante podia optar por adquiri-la, debitando as parcelas pagas pelo aluguel do valor total do maquinário, na época bastante caro, levando-se em conta o período pós II Guerra Mundial. Tudo foi feito na loja Uruguyana, na época em que o Rio de Janeiro era o Distrito Federal do Brasil e 30 anos antes do meu nascimento!
No detalhe a data, a assinatura da vovó e os selos de autencidade da compra paga em Cruzeiros, moeda vigente naquela época.
Abaixo, a autorização dada pelo meu avô para que o contrato pudesse ser efetuado. É, tudo era muito diferente, acho que por nenhum segundo meu avô, pai de dois menininhos, imaginou que a neta escreveria estas linhas 63 anos depois!  Obrigado vô Olavo pela autorização!
Detelhe dos selos, validando a assinatura:
Obrigada vó Maria por teres conservado a maquina em tão bom estado e com este documento que espero encante as crafters do mundo moderno tanto quanto me encantou.

11 comentários:

Tina disse...

Amei!
Muiiito legal, poético, reflexivo.
Uma nota, uma compra, o passado, o presente, tantas lembranças, tantas possibilidades.
Lindo post!

Luciana disse...

Que achado Ana! Muito legal, jamais imaginei uma coisa dessas, amei ver esse documento, a assinatura os selos... me fez viajar na imaginação.
Bjos, Lú.

Gislene Ellery disse...

Nooooooosaaaaaaa........ Que história sensacional! Adoro essas historias.... Tem tanta poesia nisso tudo.... Amei esse post!
Um forte abraço!

deise CRAFTS... disse...

Fiquei encantada com a história querida Ana!
Uma verdadeira relíquia de família!
Beijos!

Simone Arrais disse...

Oh, Aninha! Que bonito! Adoro quando o passado de repente se torna presente por um momento por meio de uma foto, um documento, um cheiro... Essa sensação de pertencimento é tão fundante! Um beijo prá você e para o seu avô!

Blog da Mari disse...

Isso mexe com o coração da gente. Lembranças, doces lembranças... Beijos.

Ana Rita Profirio disse...

Oi Ana! Eu tambem tenho uma singer pretinha de 1976.E eu que achei que a minha que ganhei de uma senhorinha de 96 anos era velha heim!!Beijos!! òtimo fim de semana!!

INFINITA FAZ FITA

Cibele Studart disse...

Aiiiii q tudo! Manda emoldurar esse documento pra servir de enfeite do teu craft room, acho q ficaria bem legal =)))

♥ Nia disse...

Que reliquias!!! E que tesouro da historia aí está :D
Bonita herança :)

Isabella Morais disse...

Menina, que achado! Bom pra guardar por toda vida!

Adorei tudo! As coisas eram tão certinhas e tão diferentes antigamente né?!? :)

Beijos!

Tecendo Sonhos disse...

Menina que achado, estou realmente encantada!! Show de bola!! Ai que máquina antiga tem seu charme, neam?/ Amooo!! Parabéns pelo achado e parabéns para a vovó que conservou a pretinha tão bem!! Bjooo
Andreza Boal