23 novembro 2014

De mãos dadas...

...Se vai mais longe!
Essa frase, traduz o pensamento do Atelier Caseiro. Acreditamos em cada palavra dela. Por mais que sejamos independentes e sem parceiros oficiais de trabalho, não trabalhamos completamente sozinhos.
É assim em dia de bazar, quando dividimos o espaço com outros artesãos.
É assim em dia de aula, quando trocamos experiências e conhecimentos com alunos.
É assim quando nasce um produto, sugerido por um cliente ou quando familiares e amigos dão palpites sobre o que o que estamos fazendo.
É assim, quando Queridos viajam, compram materiais e trazem na mala, de presente para esta casinha. É assim em várias outras situações do nosso dia a dia!
Foi assim quando precisamos 10 metros de um mesmo tecido, e tínhamos urgência, trocamos mensagens durante o dia com a Vivi, da Vita Colorita, no  fim do dia ela fechou um pedido, confirmou nosso tecido e conseguiu nos mandar numa rapidez de dar inveja aos foguetes da NASA.
Também foi assim, quando uma cliente desta casinha encomendou as lembrancinhas do primeiro ano do neto. Já tínhamos feito os anjinhos do batizado e admitimos aqui no blog que nosso foco não são as lembrancinhas, não temos o material disponível para elas. Gostamos, achamos fofas, eventualmente fazemos alguns itens que envolvem tecido, mas nosso leque de opções é limitado. Mesmo assim a cliente insistiu para que cuidássemos das lembrancinhas, porque gosta e confia no nosso trabalho. Ela especificou o tema, nos deu 'carta branca', prazo longo e até liberdade para que outra pessoa desenvolvesse o trabalho, contanto que nos responsabilizássemos pela entrega.
Assim, contatamos a Lulu Peral, da carioca Poá Encantado.
Porque ela, entre outras pessoas que também trabalham com lembrancinhas?
Porque é amiga desde os tempos do blog Meninas Versáteis, porque a Lulu é cliente de longa data da nossa casinha e principalmente porque desenvolve um trabalho voltado para festas infantis personalizadas. É dedicada, é perfeccionista, extremamente responsável com prazos e topou terceirizar o serviço.
 E aqui fazemos um parênteses que merece a atenção de todos.
Quando você terceiriza um serviço, a responsabilidade é sua, então é preciso confiar no 'fornecedor', mas não é preciso ignorar, menos ainda deixar o nome dele no anonimato. Pedir ajuda para satisfazer/atender um cliente é comum, principalmente em épocas como esta, que antecede o Natal.
Provavelmente algumas pessoas pensam que isto afastará os clientes, ou que os clientes irão direto ao fornecedor e que ele ganhará novos clientes. Não é verdade. O cliente satisfeito cria raiz, traz novos clientes, recomenda, indica, o cliente satisfeito volta. Além do mais, se procurarem diretamente a Lulu, tudo certo, lembrancinhas personalizadas é a "praia" dela. Outros clientes ela vai mandar pra cá. É assim que funciona, cliente satisfeito não se perde, ele circula e volta!
Acreditem nisso porque é assim que funciona. E não, isto não é ingenuidade, isto é praticamente coworking.
Fazer mais e melhor para os nossos clientes, é o que nos alimenta, é o que nos move. Se faremos sozinhos ou de mãos dadas, é detalhe, mas faremos o que estiver ao nosso alcance para atender os nossos clientes. Sempre e sem medo de perdê-los. Damos asas, permitimos o vôo e sempre autorizaremos o pouso nesta casinha. ♥ 
E, antes de encerrar o post mais duas coisinhas:
1) Um agradecimento as alunas, ontem foi a última aula do ano, todas passaram com estrelinha dourada no boletim. Obrigada meninas pela troca, pela confiança, pela diversão e pelos presentes. Vocês são incríveis. #mimadasim
2) Encerramos com o convite para confraternizarmos na próxima quarta-feira, no BAZAR! Porque vocês já sabem, bazar é a oportunidade de ver com as mãos tudo o que mostramos pela internet, é nosso dia de festa. Venha celebrar conosco o ano bom! :D

2 comentários:

Nina Dias disse...

oi Ana tudo bem? Que bom que pode contar com essas parcerias, tão boas!
Tenha uma ótima semana e sucesso amiga!
bjs Nina

Flávia Castanheira disse...

Adoro seus posts, sempre aprendo mais umas coisinhas vindo aqui.
Sucesso sempre, beijos